quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Ciranda do Ninho

Esse amor é passarinho,
Chega assim devagarinho.
Chega e sobe pro telhado,
Fica perto assim do lado.

Faz casa num burburinho.
Pia! Pia! Assim no ninho.
Deu então fruto sonhado
Feliz no lar que havia achado.

Voou pra longe da palha
O alado que ali morava.
Ai! Ai! Que o Senhor me valha!

Santia falta da migalha
Que o morador lhe dava
Com coração em mortalha.

(Stella Araujo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário